segunda-feira, 24 de outubro de 2011

João Batista, o precursor - Planejamento do Encontro

Planejamento do encontro – João Batista

Acolhida: Oração Inicial
Motivação (ver): No centro da sala, colocar diversas figuras de locais que precisam da ação de profetas hoje, como: regiões de seca, de fome extrema, disputas de terras com indígenas, depredação do meio ambiente, violência, bullings na escola... Entregue uma sandália ou chinelo confeccionado em cartolina ou papel durinho, para cada catequizando e peça para que escrevam o nome nela e observem as figuras dispostas no centro da sala, conscientizando-se dos problemas atuais que afligem a população. Fazer a leitura orante de  Mc 1,1,  e pedir para que cada um coloque a sandália perto das figuras.
Colocação do Tema (julgar):
Lc 1, 5-23 e Lc, 3-20
- Iniciar a reflexão citando ação dos profetas do Primeiro Testamento e de João Batista.
- João Batista foi assim chamado por batizar os seus penitentes – era um profeta. Foi o último profeta do Antigo Testamento, escolhido por Deus, não somente para anunciar a vinda do Messias, mas para dizer que Ele já estava presente no meio de nós.
Enquanto outros profetas falavam, nem sempre de modo claro, que o Messias devia vir, João Batista apontava Jesus, e dizia: “Eis o Cordeiro de Deus!”
João Batista levava uma vida de austeridade, vestia-se com pele de camelo e alimentava-se de mel silvestre e de outros produtos pobres daquela região árida.
Na sua pregação aos homens e mulheres que, de toda a parte, acorriam ao deserto para o escutar, ele proferia palavras de muita dureza e, algumas vezes, até de ameaça. A todos convidava ao arrependimento dos seus pecados, a fim de receberem o batismo de penitência.
Dizia ter o coração purificado, ou seja, convenientemente preparado para os grandes acontecimentos que iam chegar: a vinda solene e pública do Reino de Deus, na pessoa, na palavras e obras de Jesus Cristo, o Redentor.
Falando da importância e grandeza do Filho de Deus, João Batista se considera pequenino e sem valor. “Não sou digno de lhe desatar as correias das sandálias”(Mc 1,7)
Um dia Herodes, o chefe lá da região, mandou-o matar. Não porque lhe tivesse ódio, pois até o admirava. Mas porque a sua pregação incomodava a ele e as pessoas que viviam em desacordo com a Lei de Deus.
Morreu decapitado, por causa da sua coragem em pregar a justiça e a fraternidade. O seu exemplo ainda causa muita impressão, apesar de ter morrido há quase dois mil anos.
Não faltam, hoje no mundo, cristãos que falem como João Batista, da justiça, da pessoa de Jesus e como seguir o Evangelho. E até alguns, por mostrar, como João Batista, o mal que se pratica, são perseguidos, caluniados, maltratados, ameaçados e até martirizados.
João pregava a igualdade. Todos somos irmãos, membros da mesma família. Não é justo que muitos passem fome e frio, enquanto uns poucos têm de tudo. Falava assim para os ricos: “Quem tem duas camisas dê uma a quem não tem. Quem tem muito o que comer dê a quem tem fome” (Lc 3,11).
Para os pecadores, dizia: “Convertam-se e acreditem no Evangelho” (Mc 1,15)
Vimos como João deu seu exemplo de como as coisas precisam ser mudadas.
Jesus falou assim a respeito de João Batista.
“Quando vocês foram ao deserto para encontrar com João, que é que esperavam ver? Uma folha sacudida pelo vento? Ou seja, um homem sem princípios e sem saber o que quer da vida? Que é que vocês foram ver? Um homem bem vestido? De fato, os que se vestem bem vivem no luxo, moram nos palácios. Digam então, que é que esperavam ver? Um profeta? Sim, eu afirmo que vocês viram muito mais que um profeta” (cfr. Lc 7, 24-27).
Atividades: Folhinha de atividades
Agir transformador (ação):
- Perguntar aos catequizandos:
O que João Batista fala para o povo de hoje? Quais são as coisas que hoje devemos mudar? O que quer dizer para você “conversão”?
Oração Final


5 comentários:

  1. o saite comunica muinto de joaõ bastista acredito que muitos teram o que falar

    ResponderExcluir
  2. Fiquei maravilhada com a forma como vc preparou o encontro, Layse!
    O padroeiro da minha comunidade é são João Batista e por isso os encontros que falam sobre ele são sempre muito importantes. Mas nunca trabalhei este tema da forma como vc tratou aqui, olhando para a realidade e também de forma dinâmica. Com certeza, esta postagem vai me ajudar bastante na preparação do encontro do próximo domingo. Vou juntar com umas ideias que eu e outra catequista tivemos, e entregaremos nas mãos de Deus para que Ele permita que as crianças compreendam e gostem do encontro e do tema.

    Que a virgem santíssima abençoe vc e toda sua família.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Vcs são demais!me ajudam sempre a preparar meus encontros. Agradeço de coração.Bjsssss

    ResponderExcluir
  4. Conteúdo maravilhoso! Fiquei muito feliz c a ajuda!Muito obrigado pela colaboração... Bj

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito as crianças vão aprender bastante

    ResponderExcluir

O material aqui postado é elaborado por mim com material retirado da Internet ou enviado por e-mail . Caso você seja proprietário de alguma imagem, texto ou material e quer retirá-lo ou divulgar seu nome, por favor, entre em contato por e-mail . Terei o maior prazer em divulgar o seu material ou trabalho! e-mail: lay.mbispo@gmail.com Que o amor de Jesus Cristo esteja sempre com vocês!