quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Pecado Mortal e Venial - Planejamento do Encontro

Acolhida: Acolher os catequizandos com alegria e fazer uma oração inicial.
Motivação (ver):
-  Levar revistas e jornais e pedir para as crianças recortarem gravuras que falem sobre guerra, fome, crianças abandonadas, desemprego, drogas, violência e etc. E pedir para que colem em cartazes.
- Pedir que observem os cartazes e comentem sobre o que viram.
Colocação do Tema (julgar):
Leitura Bíblica: Is 43,1; Jr 31,3; 1Jo 4,8, Is 49,15
- O pecado é uma transgressão voluntária da Lei divina, ou seja, é um “não” que decidimos dar ao amor de Deus.
- No Gênesis, há uma narração do pecado original (cf. Gn 2-3). O homem vivia feliz no Paraíso em íntima união com Deus. O demônio seduziu e enganou os nossos primeiros pais, que aceitaram a tentação. O Primeiro pecado do homem foi o pecado de soberba. O homem queria ser Deus, queria ser o árbitro do bem e do mal (Gn 3, 1-6). À culpa dos primeiros pais chamamos pecado original, isto é, o pecado que deu origem a todos os outros.
Com o pecado, o homem perde alguns dons, isto é, ele sai do estado inicial em que estava quando foi criado. Deus havia feito um programa para o homem. O homem é filho de Deus, sendo assim, deve viver o programa dado por Deus. Quando o diabo propõe ao homem um novo programa de vida, onde ele, o homem, seria o próprio árbitro do bem e do mal, este, pela soberba, opta por tal programa.
Quando o homem diz “não” a Deus, ele “cai” e perde os dons preternaturais:
- Imortalidade: naturalmente morreríamos, mas não seria uma morte brusca como é (Gn 2,7; Sb 2, 14; Rm 5,12).
- Impassibilidade: ausência de sofrimento, que é decorrente do pecado (Gn 3, 16)
- Ciência moral infusa: é a capacidade de fazer o que é da vontade de Deus.
- Integridade: o homem não era dividido pelas paixões.
Por causa do pecado dos nossos primeiros pais todos nós nascemos com a “marca” do pecado original. É uma espécie de herança negativa.
Sabemos que o pecado é uma atitude contrária à vontade de Deus. Conforme Mt 7,3 distingue-se dois tipos de pecado: o pecado venial e o pecado mortal.
- Pecado venial: é um pecado leve, uma ofensa sem maiores consequências.  Eles são perdoados quando deles nos arrependemos. Os pecados veniais, mesmo sendo pecados leves, devem ser evitados, porque é da prática dos veniais que caímos nos mortais ( 1 Cor 3,16; Eclo 19,1; Tg 3,5). Quem vem a falecer com os pecados veniais, purifica-se no purgatório (Mt 5, 25-26).
- Pecado mortal: é uma ofensa grave, rompe o estado de graça com Deus. Os pecados mortais exigem a reconciliação pelo Sacramento da Penitência e, é claro, exige o arrependimento. Quem morre em pecado mortal, não alcança o céu, pois estava fechado à graça ( 1 Cor 16,22).
O único pecado que não tem o perdão de Deus é o pecado contra o Espírito Santo, isto é, é estar fechado à graça de Deus.

Mesmo sendo um arrependimento sincero devemos confessar nossas faltas porque a confissão aumenta em nós a graça, e mais, é Cristo que quer assim e mandou que se fizesse deste modo (cf. Mt 18, 18; Jo 20, 21-23). Na celebração da Santa Missa alcançamos o perdão dos pecados veniais no ato penitencial, mas dos mortais só no Sacramento da Reconciliação.
Podemos pecar de quatro modos: por pensamentos, palavras, atos e omissões.
Para haver pecado mortal é preciso que haja:
a)      Matéria grave
b)      Conhecimento pleno do mal
c)       Consentimento da vontade
Para viver a graça é preciso: praticar os mandamento, ou agir segundo a consciência, caso alguém não conheça os mandamentos.
São Paulo nos adverte que o prêmio do pecado é morte (Rm 6,23).
Deus nos dará os meios para vencermos o pecado (Rm 5,20). Orando, lendo a Sagrada Escritura, mortificando-nos, comungando, fazendo boas obras, fugindo das ocasiões de pecado, confessando-nos; com certeza, cresceremos no amor de Deus.
Lembrem-se: O pecado é um ato pessoal. Alem disso, temos responsabilidade nos pecados cometidos por outros, quando neles cooperamos:
1.       Participando deles direta e voluntariamente;
2.       Mandando, aconselhando, louvando ou aprovando esses pecados;
3.       Não os revelando ou não os impedindo, quando a isso somos obrigados;
4.       Protegendo os que fazem o mal; (CIC 1868)
Assim o pecado tornar os homens cúmplices uns dos outros, faz reinar entre eles a concupicência, a violência e a injustiça. (CIC 1869).
Ação (agir transformador):
- Mostrar objetos criados por Deus e pelos homens. Todos podem ser usados para o bem? Todos podem ser usados para o mal? Que escolhas devemos fazer? Por quê? Deus criou alguma coisa má ou nós que utilizamos as coisas ou as nossas decisões para o mal?

Atividade: folhinha
Oração Final: PAI – NOSSO – frizar a parte “ perdoai as nossas ofensas...”

Fontes:
Correndo ao Encontro de Jesus – Preparação para a 1ª Eucaristia. Arquidiocese de Niterói: Comissão Arquidiocesana de Iniciação Eucarística.
Catecismo da Igreja Católica, páginas 494 a 500.

5 comentários:

  1. Oi, Layse. Encontro nota 10. Vi que você pesquisou no catecismo da Igreja. Precisamos estudar mais o catecismo (a começar por mim.) Quanto ao Padre Fábio, vamos marcar sim. Vamos conversando até lá! Abraços :)

    ResponderExcluir
  2. Lays felicidades muy buena clase de lo que es el pecado mortal o venial
    mil bendiciones

    ResponderExcluir
  3. UM ENCONTRO DESSES É MEU SONHO, SÓ QUE MINHA REALIDADE AQUI É COMPLICADA SÓ TEM UMA HORA DE ENCONTRO, MESMO ASSIM PERCO 10 MINUTOS NA CHEGADA, DEVIDO OS ATRASADINHOS E TENHO QUE PARAR 10 OU 5 MINUTOS MAIS CEDO. VOU PEDINDO A DEUS QUE MUDE, QUEM SABE MEU SONHO SE REALIZE.

    ResponderExcluir
  4. Oi Layse! Então menina, esssas lembranças é só a gente por a mão na massa... qdo começa a gente pega o jeito e não para mais! Amei esse artigo q vc escreveu, nossa vou aproveitar e muito com meus catequizandos, qdo chega perto do momento deles confessarem ficam num medo só! heheheh bjo

    ResponderExcluir
  5. Oi Layse, gostei muito dessa postagem. Era tudo que eu precisava hoje para levar para a turma de crisma. Estamos falando sobre o sacramento da confissão e esse planejamento vai nos ajudar muito. Obrigada e bom final de semana.

    ResponderExcluir

O material aqui postado é elaborado por mim com material retirado da Internet ou enviado por e-mail . Caso você seja proprietário de alguma imagem, texto ou material e quer retirá-lo ou divulgar seu nome, por favor, entre em contato por e-mail . Terei o maior prazer em divulgar o seu material ou trabalho! e-mail: lay.mbispo@gmail.com Que o amor de Jesus Cristo esteja sempre com vocês!