sexta-feira, 29 de abril de 2011

Jesus nos ensina com Parábolas - Planejamento Encontro 07/05 - Turmas 2010/2011

Boa Tarde Catequistas,

     Segue o planejamento para o encontro do dia 07/05 com o tema: "Jesus nos ensina por Parábolas!". Esse encontro foi planejado durante reunião no dia 27/04. Confiram abaixo:

Encontro: Jesus nos ensina com Parábolas!

Motivação (ver): Contar uma história (sem ser uma parábola bíblica) para os catequizandos e pedir para que eles digam qual a moral da história. Como exemplo, contei para as catequistas a história do Boi e do Sapo de Esopo.

     O sapo e o boi

Há muito, muito tempo existiu um boi imponente. Um dia o boi estava dando seu passeio da tarde quando um pobre sapo todo mal vestido olhou para ele e ficou maravilhado. Cheio de inveja daquele boi que parecia o dono do mundo, o sapo chamou os amigos.
– Olhem só o tamanho do sujeito! Até que ele é elegante, mas grande coisa; se eu quisesse também era.
Dizendo isso o sapo começou a estufar a barriga e em pouco tempo já estava com o dobro do seu tamanho normal.
– Já estou grande que nem ele? – perguntou aos outros sapos.
– Não, ainda está longe!- responderam os amigos.
O sapo se estufou mais um pouco e repetiu a pergunta.
– Não – disseram de novo os outros sapos -, e é melhor você parar com isso porque senão vai acabar se machucando.
Mas era tanta vontade do sapo de imitar o boi que ele continuou se estufando, estufando, estufando – até estourar.
Moral: Seja sempre você mesmo.

Colocação do Tema (julgar):
- Jesus nos falava do Reino de Deus às pessoas. Mas para que elas pudessem entender melhor o que ele falava, Jesus explicava as suas mensagens por meio de parábolas. Isto é, sempre contava histórias fazendo comparações com as situações do momento.

     Aprofundamento para o catequista

- O que é uma Parábola? 
   É uma comparação tirada da experiência de vida e da realidade que a gente compreende, reflete, despertando o gosto pela ação.

- Toda Parábola tem uma idéia e uma comparação coma a vida real.

- A Parábola possui 3 elementos:
   + A coisa que se compara;
   + A coisa com que se compara;
   + O ponto preciso da comparação, o que nos faz refletir e agir. 

- Como Jesus usou as Parábolas?
+ Fez comparação com a vida dos camponeses galileus.
+ O ponto principal é a vinda do Reino de Deus.
+ Dinamismo interno, ou seja, a parabola foi feita com a intenção de atingir o interno para depois o externo. A pessoa é tocada internamente e é chamada a agir, a transformar a sua vida.
+ Colocou situações críticas do povo.

- As parábolas são para entender?
+ A Parábola não é uma fórmula fechada, ela é aberta para provocar a reflexão e a tomada de atitudes das pessoas.
+ Quanto maior a fé das pessoas, maior o entendimento dela sobre as parábolas.

- As Parábolas são:
+instrumentos de diálogo
+ elaboradas a partir da experiência do dia a dia.
+ pretende levar à conversão e à ação.

Atividade: Texto Motivacional e o filme Histórias que Jesus nos contou da Editora Paulinas, que conta as parábolas na forma de desenho.

obs: serão 35 minutos de catequese expositiva. Após esse horário as crianças serão divididas em duas turmas, duas ficarão na sala de vídeo e as outras na sala da catequista Marina que levará a TV e Fátima o DVD. O filme tem aproximadamente 60 minutos.

Lista de Parábolas:

1- Semeador: Mt 13,5-8
2- O joio: Mt 13, 24-30
3- O grão de mostarda: Mt 13,31-32
4- O fermento: Mt 13,33
5- O tesouro escondido: Mt 13,44
6- A pérola: Mt 13,45-46
7- A vela e o candelabro: Lc 11,33ss
8- A rede: Mt 13,47-50
9- A semente: Mc 4, 26-29
10- A dracma perdida: Lc 15,8-10
11- As dez moedas: Lc 19,12-17
12- Bom Samaritano: Lc 10,25-37
13- Filho Pródigo: Lc 15,11-32

Ação (agir transformador):

- Pedir para que os catequizandos leiam com a sua família a Parábola do Semeador e refletirem.

Oração Final

- Oração da folha do texto motivacional

 TEXTO MOTIVACIONAL





Abraços,
                                                                            Layse


   





quarta-feira, 27 de abril de 2011

Dinâmicas para a Festa da Páscoa

Olá Catequistas,

    Reuni nesta postagem algumas dinâmicas interessantes e que podemos utiliza-las para ressaltar o sentido da Páscoa.

Mímica de Páscoa
Idade: 7 - 14 anos
Material: Cartões com desenhos/palavras que retratem símbolos da Páscoa.
Objetivo: Discutir o significado da Páscoa. Expressar-se gestualmente.
Jogando:Em uma roda de conversa discutir o significado da Páscoa e de seus símbolos. Esclarecer eventuais dúvidas.
Cada criança deverá retirar um cartão sem que as demais vejam. Um participante por vez realizará mimica que represente seu cartão e as demais tentarão adivinhar o que é.

Pode ser feito em grupo.
**A partir da dinâmica explicar os símbolos e resgatar o sentido real da Páscoa cristã com a leitura do texto bíblico João 20, 1- 18.
   

CAIU EM MIM

Objetivo: Esta dinâmica pode ser considerada um exercício de integração, no entanto, é mais adequada para grupos que já se conhecem, objetivando o lazer e a descontração.

Procedimentos:

1. Orientar para que todos fiquem assentados em círculo;

2. Distribuir papeletas e lápis para cada participante;

3. Cada pessoa escreverá na sua papeleta alguma coisa que o vizinho da direita realizasse. Pode ser qualquer coisa: imitar alguém, cantar uma música, imitar um animal, etc;

4. Deverão assinar o nome nas papeletas

5. O facilitador recolhe todas as papeletas;

6. Após recolher as papeletas, dá o mote: “Aquilo que você quiser para si não deve desejar para os outros… Portanto, o que você escreveu na sua papeleta, quem vai executar é você! (niguém pode se recusar a participar)

             7. Iniciar por voluntários, até que todos tenham concluído

Brincadeira: Coelhinho sai da toca

Formação: Grupos de 3 crianças, duas formam a “toca” e abrigam um “coelhinho” no centro com as mãos dadas e os braços estendidos. As várias tocas com os seus coelhinhos ficam dispersas no terreno, afastadas umas das outras, deixando espaços para as corridas. Sobra um coelhinho sem toca no centro do terreno.

Desenvolvimento: À ordem do líder: “__Coelhinho sai da toca”, os coelhinhos trocam de lugar. O coelhinho sem toca procura encontrar moradia. O coelhinho que sobrar continua o jogo.

 

IRMÃOS

Preparação: Inicialmente as crianças formam pares, os “irmãos”, que se dispõem em duas colunas. Depois de cada uma houver tomado conhecimento do seu “irmão”, cada coluna dará formação a um círculo, com um afastamento de uns dois metros aproximadamente.

Desenvolvimento: Os dois círculos giram, enquanto as crianças cantam um louvor alegremente. A um sinal dado pelo líder (apito ou palma) desfazem-se os círculos e cada criança procura o seu irmão. Encontrando-o devem ambos darem as mãos e abaixar-se. O último a fazê-lo será eliminado temporariamente. A brincadeira prossegue formando-se novamente os dois círculos primitivos.

 

CAIXINHA DE SURPRESAS

OBJETIVOS: Despertar e exercitar a criatividade do grupo.

MATERIAL:  Caixinha com tiras de papel onde se deve escrever previamente algumas tarefas engraçadas, som com cd ou gravador.

PROCESSO: Formar um círculo. A caixinha deverá circular de mão em mão, até que o som da música pára simultaneamente.

Aquele que estiver com a caixinha no momento em que a música parar, deverá tirar de dentro da caixinha uma papeleta coma tarefa e executá-la. Continuar a brincadeira até enquanto estiver interessante.

 

OS TRÊS CEGOS

 

1.       Organizam-se filas de 6 a 7 pessoas, de acordo com o número de participantes.
2.       Ao primeiro jogador de cada fila vendam-se os olhos, e o segundo coloca suas mãos por cima do ombro do primeiro, e os seguintes se seguram pela cintura.
3.       A um sinal dado, inicia-se a marcha, sendo conduzidos pelo jogador     que encabeça a fileira, com os olhos vendados.
4.       A meta de cada fila é alcançar a linha de chegada, marcada anteriormente pelo animador.

Corrida da colher com ovos de Páscoa.
     Idade: 5 - 12 anos
    Material: Ovos pequenos de chocolate (no mínimo 1 por criança), colher (1 por equipe), cones (1 por equipe), cestos (1 por equipe) giz.
    Objetivo: Executar habilidades motoras fundamentais de locomoção e estabilização. Realizar trabalho em equipe. Compreender o jogo competitivo.
       Jogando:
  Dividir as crianças em duas ou mais equipes arrumadas em colunas.
  Marcar a linha de saída com giz. Colocar na extremidade oposta os cones.
 As colunas devem ficar atrás da linha, um cesto com ovos de chocolate deverá ser colocado ao lado da primeira criança.
  A criança que estiver na frente deverá pegar um ovo na cesta, colocar na colher e condizir, o mais rápido possível até dar a volta pelo cone e retornar para sua equipe, entregando a colher para o próximo da coluna. E assim sucessivamente. A equipe que terminar primeiro será vencedora.
 Ao final cada criança fica com o ovo que usou na brincadeira.

A careta da cenoura
  Preparação: Cada elemento recebe uma rodela de cenoura, que deverá colocá-la no olho, estando com a cabeça inclinada para trás.
  Desenrolar: Ao sinal de início do jogo, cada jogador, sem usar as mãos, tentará levar a rodela de cenoura até a boca, fazendo movimentos com os olhos, boca e nariz. Cada elemento que conseguir comer a cenoura marcará um ponto.

    Um abração!
    Layse

Festa da Páscoa - Encontro 30/04 - Turmas 2011-2012

Olá Pessoal,

   Todos os anos no primeiro encontro após a Páscoa, nossa catequese paroquial celebra a FESTA da PÁSCOA. Nesse encontro revivemos com os nossos catequizandos a alegria de Jesus Ressuscitado. É sempre uma catequese bem animada com dinâmicas, brincadeiras, lanches, mas tudo voltado para o sentido da Páscoa. Pensando nisso, elaborei uma prosposta de encontro de catequese para esse dia:

Proposta de Encontro de Catequese: A Festa da Páscoa!
Preparando o ambiente: o ambiente deve ser alegre; aliás, a alegria deve ser a chave desse encontro.
Oração Inicial: Ler a Oração do Cristo Ressuscitado.
Jesus ressuscitado, que destes a paz aos apóstolos, reunidos em oração, dizendo-lhes: "A paz esteja convosco", conceidei-nos também o dom da tua paz. Defendei-nos do mal e de todas as formas de violência que agitam a nossa sociedade, para que tenhamos uma viada digna, humana e mais fraterna. Ó Jesus, que morrestes e ressuscitastes por amor, afastai de nossas família e da sociedade todas as formas de desesperança e desânimo, para que vivamos verdadeiramente como irmãos, e sejamos portadores da vossa paz. Amém!
Leitura Bíblica: Jo 20, 1-18.
Colocação do Tema: Conversar com o grupo sobre o que nos leva a crer no Ressuscitado. Que sinais identificam sua presença na comunidade? Pergunte a eles como poderemos transformar situações de morte (fome, doenças, o desemprego...) em situações de vida e ressurreição (as alegrias, a saúde, o alimento).
A Ressurreição de Cristo é o centro da nossa fé. Se Cristo não ressuscitou, vazia é a nossa pregação, vazia é também a nossa fé (1 Cor 15,14). A ressurreição é a vitoria de Cristo sobre a morte e sobre todos os poderes contrários à vida humana. Se por um lado, a sentença do mundo contra o Senhor decretou sua morte na cruz, por outro, o Pai devolve a vida a deu Filho, que a retoma livremente, e o Espírito Santo a vivifica e glorifica. “ A Ressurreição é o ápice da Encarnação. Ela confirma a divindade de Cristo, como também tudo o que ele fez e ensinou, e realiza todas as suas promessas” (Catecismo da Igreja Católica, n.131).
Para vivenciar: Cristo cumpriu a Páscoa com seu grande amor oferecido à humanidade e sua passagem para o Pai. Cabe-nos, agora, agir de tal modo que a Páscoa se cumpra em nós. A passagem ao Pai e a nova existência continuam em cada um de nós, por isso devemos viver como Jesus: com as mãos e o coração cheios de boas obras e de bons sentimentos, fazendo o bem a todos. É fundamental fazer o que estiver ao nosso alcance para ajudar o próximo.
Atividades: DINÂMICAS
Celebração (oração final): Todos os catequizandos recebem uma vela que deverá ser acesa. Enquanto isso reza com os seus catequistas a oração do “Vamos celebrar!” no texto motivacional.

TEXTO MOTIVACIONAL




Fonte: Iniciação à Eucaristia: livro do catequista. Núcleo de Catequese Paulinas.- São Paulo: Paulinas, 2008.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Sanfona das Estações da Via-Sacra

Bom dia Catequistas,

       No sábado passado, confeccionamos essa atividade com os nossos catequizandos. É uma "sanfona" das Estações da Via Sacra que eu encontrei em um site americano, que por hora não estou me lembrando. Fiz a tradução e compartilho com vocês essa atividade que catequiza não só as crianças mas também as suas famílias!

obs.: Lembro que a Missa de Lava-Pés ou Instituição da Eucaristia da nossa Paróquia, será às 19h30.

Que Jesus Eucarístico fortaleça vossos corações!

Um abraço forte,
Layse





quarta-feira, 20 de abril de 2011

Via Sacra em imagens

Boa Tarde Catequistas,

     Nossa etapa falou sobre a Semana Santa no último sábado e uma das atividades propostas era a explicação da Via Sacra, caminho doloroso pelo qual Jesus passou transportando a sua cruz para a remissão dos pecados do mundo. Para facilitar a explicação e visualização dos catequizandos, encontrei no site http://www.catholicmom.com/ um arquivo com as Estações da Via Sacra em tamanho grande, própria para colar em cartazes, cartolinas, varais... Fiz a tradução e divido com vocês essa atividade!

Obs.: Os catequistas da nossa etapa pintaram os desenhos, com o intuito de torná-lo mais visivel e compreensível para as crianças.

Um abração,
Layse
















terça-feira, 19 de abril de 2011

Livro dos Símbolos da Páscoa

Olá Catequistas!

     Encontrei este livrinho sobre os Símbolos Pascais no blog das Catequistas Clécia e Dinha do catequesenanet.blogspot.com. Esse livrinho foi confeccionado pela nossa etapa no encontro do sábado passado, dia 16/04. A montagem fica muito bonita, com cada catequizando pintando à sua maneira. Fizemos somente uma modificação, os catequistas confeccionaram um modelo grande e o catequizandos confeccionaram um modelo menorzinho, já que eram muitas crianças e temos que economizar papel!

Um forte abraço,
Layse
















Imagens das Plaquinhas do post Regras de Comportamento na Santa Missa

Boa Tarde Catequistas!

     O pessoal da catequese da minha paróquia e outros catequistas me pediram para que eu postasse as imagens utilizadas para a montagem das plaquinhas sobre as regras de comportamento durante a Santa Missa. Atendendo aos pedidos, elas seguem abaixo:








 



Um abração,
Layse